PORTUGAL

O clima ameno, 3000 horas de sol por ano e 850 km de esplêndidas praias banhadas pelo oceano Atlântico fazem de Portugal um destino perfeito para todas as estações, a poucas horas de viagem de qualquer capital europeia.

Neste país que tem as fronteiras mais antigas da Europa, encontra-se uma grande diversidade de paisagens a curta distância, muitas atividades de lazer e um património cultural único, onde a tradição e a contemporaneidade se conjugam em harmonia.

A gastronomia, os bons vinhos e a simpatia dos portugueses completam uma oferta de serviços turísticos de qualidade, seja para um fim de semana ou para umas férias mais prolongadas.

 

GEOGRAFIA

Portugal está situado no extremo sudoeste da Europa e inclui os arquipélagos da Madeira e dos Açores no Oceano Atlântico. No continente europeu, o território português ocupa uma área de 88.889 km2 (com 218 km de largura, 561 km de comprimento, 832 km de costa atlântica e 1.215 km de fronteira terrestre com Espanha).

Situado no Oceano Atlântico, entre o continente europeu e o norte-americano, o arquipélago dos Açores tem uma área de 2.355 km2 e é constituído por nove Ilhas – São Miguel e Santa Maria no Grupo Oriental, Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial no Grupo Central, e Flores e Corvo no Grupo Ocidental. As ligações com Portugal continental são asseguradas por via aérea, em cerca de 2 horas de voo.

O Arquipélago da Madeira com uma área de 741 km2, está situado no Oceano Atlântico a cerca de 500 km da costa africana e 1000 km do continente europeu (1h30 de voo para Lisboa). É constituído pelas Ilhas da Madeira e de Porto Santo, e pelas ilhas inabitadas das Desertas e Selvagens (que são Áreas de Reserva Natural).

 

CLIMA

Portugal continental

O clima em Portugal varia significativamente de região para região, e é influenciado pelo relevo, latitude e proximidade do mar, que proporciona Invernos suaves, especialmente no Algarve.

Nas áreas do Porto e Norte e Centro, especialmente nas zonas mais próximas de Espanha, os Invernos são mais frios, apesar das temperaturas serem moderadas quando comparadas com o resto da Europa. Regista-se alguma queda de neve, que é mais frequente na Serra da Estrela, onde se situa o ponto mais alto de Portugal continental (1991m) e se podem encontrar condições para a prática de ski. Os verões são quentes e secos sobretudo nas regiões do interior e no litoral o calor é moderado pela influência marítima. Durante o outono registam-se frequentemente dias ensolarados com temperaturas amenas.

Açores
Influenciado pela latitude e pela ação reguladora da corrente do Golfo, o clima dos Açores é caraterizado por temperaturas amenas ao longo de todo o ano. Estas influências condicionam igualmente a temperatura da água do mar, que se mantém muito agradável tanto no inverno como no verão, possibilitando a prática de diversos desportos marítimos.

Madeira
Com características subtropicais que se devem à sua posição geográfica e ao relevo montanhoso, o clima no arquipélago da Madeira é excecionalmente ameno, com temperaturas médias do ar que variam entre os 24 ºC no verão e os 19 ºC no inverno. A água do mar mantém igualmente uma temperatura muito agradável ao longo de todo o ano devido à influência da corrente quente do Golfo, oscilando entre os 18 ºC (inverno) e os 22 ºC (verão).

 

POPULAÇÃO

Portugal tem uma população de 10.562.178 habitantes (segundo o Censos efetuado em 2011).

Os maiores índices de densidade populacional registam-se em Lisboa, a capital do país, e nos seus arredores, onde vivem cerca de 1.9 milhões de pessoas. A segunda maior cidade de Portugal é o Porto, localizado no norte do país. De um modo geral as localidades junto ao litoral têm maior ocupação humana do que o interior do país.

 

RELIGIÃO

O povo português é maioritariamente católico, mas a Constituição portuguesa garante a liberdade religiosa, o que se traduz na presença em Portugal de diversos cultos.

 

LÍNGUA

De raiz latina, o português é falado por cerca de 250 milhões de pessoas em todos os continentes, sendo a quinta língua mais falada no mundo e a terceira se considerarmos apenas os idiomas europeus.

Os países de expressão oficial portuguesa espalham-se pelos quatro cantos do mundo. Assim, fala-se português em África (Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe) na América do Sul (no Brasil), e na Ásia, em Timor-Leste, o mais jovem país do mundo, sendo ainda língua oficial na Região Administrativa Especial de Macau.

Em Portugal uma boa parte dos cidadãos tem facilidade de comunicação em inglês, francês e castelhano.

 

GASTRONOMIA

Portugal tem uma gastronomia tão rica e variada como a sua paisagem.

É o mar que imprime a característica mais marcante à culinária portuguesa. Saboreamos um simples peixe grelhado, sempre fresquíssimo, tal como o marisco que abunda em todo o litoral, e temos a certeza de que estamos em Portugal. Porque é aqui que se encontra o melhor peixe do mundo! Mas cataplanas, caldeiradas ou outras formas de cozinhar o nosso peixe e marisco também são escolhas acertadas.

Em pratos de carne, uma sugestão de todo o país: o cozido à portuguesa mistura carnes, legumes e enchidos variados, cozidos de forma suculenta. Temos excelentes carnes DOP de norte a sul de Portugal, seja de vitela, de porco ou de cabrito. E ainda legumes e frutas que conservam o gosto de antigamente, alguns também com origens DOP, até porque muitos provêm de produções de tipo biológico.

O azeite português, de grande qualidade, está sempre presente e integra todos os pratos incluindo as receitas de bacalhau (dizem que há 1001!), em que somos exímios na forma de o preparar e apreciar.

Cada prato tem um vinho certo para companhia. É que temos vinhos em todo o país, e se o Porto tem fama, os tintos de mesa do Douro, do Alentejo e tantos outros não têm menos distinção.

E os queijos! Basta referirmos o Serra, mas todos os do Centro de Portugal, do Alentejo ou dos Açores são deliciosos.

Os doces, com raízes nos muitos conventos onde eram preparados, fazem-nos ainda hoje “”dar graças aos céus””. E não podemos deixar de provar um pastel de nata. Vai sempre bem com o café, que tomamos expresso.

No fim brindamos com um Porto ou um Madeira, os vinhos generosos que há séculos nos representam em longínquas paragens. Ou então brindamos com um excelente espumante produzido em Portugal, assinalando assim uma refeição memorável que chefs talentosos nos proporcionam um pouco por todo o país.

LISBOA

É a capital de Portugal. Uma cidade vibrante e cheia de história que conserva uma dimensão humana, com os seus bairros históricos, monumentos e fachadas de azulejo.

Chamada cidade branca pela luz do sol que o rio Tejo reflete, conquistou em 2014 o título de Travellers’ Choice do TripAdvisor que já ganhara em 2013, ano em que foi também eleita Melhor Destino em férias de cidade da Europa pelos World Travel Awards.

Lisboa é uma cidade que dá vontade de ir descobrindo, vendo o que aparece em cada bairro, em cada rua. É uma cidade simpática e segura. Com muita coisa para ver, mas relativamente pequena. É ideal para passar vários dias ou um ponto de partida para passear pelo país. É antiga. É moderna. É, sem dúvida, sempre surpreendente.

Podemos escolher um tópico ou um tema para a explorar. A oferta é vasta: Lisboa romana, manuelina, barroca, romântica, literária, boémia, noturna, a cidade do Fado. E as formas, também as há muito diferentes: a pé, de elétrico, de segway, em autocarro hop-on-hop-off, num tuk tuk, vista do rio num passeio de barco ou na outra margem, depois de atravessar o Tejo num cacilheiro… as sugestões são infindáveis.

No entanto, há locais obrigatórios, que não se podem perder e fazem sempre parte da lista. Como o bairro histórico de Alfama e do Castelo, com uma das vistas mais fabulosas sobre a cidade e o rio.

Temos de passar pela Baixa, em direção a Belém, o bairro dos Descobrimentos, com a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerónimos, ambos Património Mundial. Mas também com o original Museu dos Coches ou o moderno Centro Cultural de Belém. Ah, e não nos podemos esquecer de provar os deliciosos pastéis de nata!

Guardamos o fim da tarde e a noite para conhecer o Chiado e o Bairro Alto, polos de animação garantida. Assim como o Cais do Sodré, mais próximo do rio.

Mas a parte nova da cidade também não pode ser esquecida. Seja para visitar alguns museus de referência como o Museu Calouste Gulbenkian, na zona norte, ou continuando pelo rio, o Museu Nacional do Azulejo. Fica a caminho do Parque das Nações, a zona portuária que foi completamente reconstruída para a Exposição Universal de 1998. É hoje um espaço de lazer importante, com uma nova paisagem urbana.

Continuando junto à foz do rio vamos perceber porque se diz que Lisboa é o centro dum vasto resort. Pela estrada marginal vamos conhecer praias e estâncias balneares que combinam villas e hotéis do início do séc. XX com marinas, esplanadas e modernos equipamentos desportivos, com particular destaque para o ciclismo, golfe e a náutica de recreio. Seguindo a costa vamos encontrar spots de surf de renome mundial, mas também os palácios espalhados pela paisagem cultural de Sintra, Património Mundial.

Tanto a norte como o a sul da capital, a grande variedade de paisagens e património fica sempre a curta distância. Com praiasparques naturaispercursos culturais e alojamento para todos os gostos, é difícil escapar à região de Lisboa numa visita a Portugal.

 

fado é mais uma expressão portuguesa também elevada a Património Mundial. Por isso, jantar numa casa de fados será outra experiência a não perder. E depois ainda nos juntamos em animados bares e discotecas, onde festejamos com um copo a chegada de quem nos visita.

LUGARES PARA CONHECER
  • Praça do Comercio
  • Castelo de São Jorge
  • Torre de Belém
  • Mosteiro dos Jerónimos
  • Estádio da Luz (Casa do Benfica)
  • Teleférico de Lisboa
  • Oceanário

 

ONDE COMPRAR
  • Armazéns do Chiado
  • Vasco da Gama Shopping Center
  • Shopping Colombo
  • Amoreiras Shopping
  • Centro Comercial Dolce Vita Monumental
  • El Corte Inglés
  • A vida portuguesa (produtos tradicionais com estilo Vintage)
  • Parque Eduardo VII (toalhas brancas típicas. Na parte de cima do parque, na Alameda cardeal Cerejeira, todos os dias uma senhora vende estas toalhas a 5euros)
  • Freeport Outlet

 

ONDE COMER
  • Bica do Sapato (Estaçao Santa Apolônia)
  • Pap’Açôrda (Bairro Alto)
  • 100 maneiras (Bairro Alto)
  • Lost in (Bairro Principe Real)
  • The Decadent (B. Principe Real)
  • The Insolito (B. Príncipe Real)
  • Bistro 100 maneiras (Chiado)
  • Mercado da Ribeira (Cais do Sodre) – Time out Mercado da Ribeira, Trincas, e vários outros
  • No Cais, à beira d’água, a marisqueira Ibo; Casa de Pasto, Sol e Pesca;
  • Nas Docas – 1300 Taberna na LX Factory
  • Alfama: Pois, Café (Rua S. Joao da Praça, 93)
  • Campo de Ourique: Tasca da Esquina e Cervejaria da Esquina
  • Eleven
  • Yakuza by Oliver

 

TRADICIONAIS
  • Antigo Primeiro de Maio, no Bairro Alto
  • Cervejaria Ramiro – frutos do mar
  • Pinóquio
  • Cervejaria Trindade
  • Casa dos Presuntos
  • Antiga Confeitaria de Belém

 

TRANSPORTES

Lisboa tem uma boa rede de transportes públicos, de metro – www.metrolisboa.pt – e de autocarro – www.carris.pt.

Uma das atrações na cidade são os elétricos e os elevadores que ligam a Baixa aos bairros mais altos e a miradouros: Glória, Bica, Lavra e Santa Justa. O elétrico 28 atravessa a cidade, pelos bairros históricos e é referenciado nos guias turísticos do mundo inteiro. O elétrico 15 vai desde a Praça da Figueira até Belém, ao longo do rio Tejo. Informações em www.carris.pt.

A partir do Terreiro do Paço, faz-se a ligação por barco com o Barreiro – www.transtejo.pt.

No Cais do Sodré, os barcos fazem a travessia até Cacilhas, Seixal e Montijo – www.transtejo.pt. É também o início da linha de comboio que vai até Cascais – www.cp.pt.

Para atravessar o rio, existe ainda a possibilidade de o fazer de comboio pela Ponte 25 de Abril, com a empresa Fertagus (www.fertagus.pt) ou de autocarro www.tsuldotejo.pt.

 

INFORMAÇÕES TURÍSTICAS
  • www.visitlisboa.com
  • Lisboa Card – cartão que possibilita o acesso a transportes públicos e dá descontos em monumentos e outros serviços para conhecer a cidade.
  • Informações e postos de turismo em www.askmelisboa.com
  • Informação turística sobre as igrejas na cidade de Lisboa, com propostas de visita e agenda de eventos e missas:  www.quovadislisboa.pt

(fonte: www.visitportugal.com)